Últimas Notícias

Compartilhe

A 1ª Vara Federal com Juizado Especial Federal (JEF) Adjunto foi inaugurada anteontem em Jaú (47 quilômetros de Bauru).  O evento foi realizado no próprio Fórum Federal da cidade e contou com a presença do prefeito Rafael Agostini (PT), autoridades dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, Ministério Público, OAB e militares.

O juiz federal João Roberto Otavio Junior declarou que a chegada do juizado atenderá a dez municípios, com aproximadamente 300 mil pessoas, e evitará um deslocamento muito grande pelas partes e advogados, que muitas vezes desanimavam em procurar a Justiça devido a distância.

A 17ª Subseção Judiciária do Estado tem jurisdição sobre os municípios de Bariri, Barra Bonita, Bocaina, Dois Córregos, Igaraçu do Tietê, Itajú, Mineiros do Tietê, Torrinha, além de Jaú. 
Para Julio César Fiorino Vicente, representante da OAB da cidade, o Tribunal Regional da 3ª Região aproxima a Justiça do cidadão mais humilde. “Isso é exercício de cidadania e considero a data de hoje um marco histórico para a região de Jaú”.

jcnet
Ana Borges

O corpo do taxista Edson Matias da Rocha, 70 anos, desaparecido desde segunda-feira (27), foi encontrado, no final da tarde desta quinta-feira (30), enterrado em uma área de difícil acesso no bairro rural São Roque, em Bofete (137 quilômetros de Bauru), na região de Botucatu.

Segundo a Polícia Civil, o desaparecimento só foi registrado pela família na quarta-feira (29), pois na segunda ele havia ligado para a esposa dizendo que teria sido contratado para fazer uma viagem, só que não retornou mais. O caso começou a ser investigado e, após assistir algumas filmagens, a Polícia Civil chegou ao trio que teria solicitado a última corrida com o taxista, dois deles menores de idade.

Os três moradores são da cidade e já conhecidos dos meios policiais. Eles acabaram confessando o assassinato e indicaram o lugar onde haviam enterrado o corpo da vítima, que foi morta a facadas.
De acordo com a polícia, o veículo Celta do taxista ainda não foi encontrado, porém a suspeita é que o carro tenha sido levado para outro município.

Welitom Limeira de Souza Barros, 37 anos, foi preso e os dois adolescentes, de 15 e 17 anos, foram apreendidos. Segundo o Delegado, o trio irá responder por latrocínio e ocultação de cadáver.
Pelo menos 84 empreendimentos estão envolvidos, entre eles shoppings e universidades

Thiago de Araújo, do R7
Marcelo Mendroni explicou funcionamento da fraude no IPTUThiago de Araújo/R7
O MP (Ministério Público) de São Paulo abriu investigação sobre mais uma fraude envolvendo auditores fiscais na capital paulista. Após o escândalo do ISS (Imposto Sobre Serviços), foi aberta uma apuração para averiguar um esquema fraudulento na cobrança do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) no município. Pelo menos 84 imóveis estão envolvidos, mas o número tende a ser muito maior.
De acordo com o promotor de Justiça Marcelo Mendroni, do Gedec (Grupo de Atuação Especial de Combate aos Delitos Econômicos), os cofres públicos municipais tiveram um prejuízo de "muitos milhões" com o recolhimento irregular do IPTU, conforme dados obtidos a partir de 2009. Entretanto, os dados ainda muito preliminares — a investigação foi aberta na última terça-feira (28) —, não permitem que o montante seja estimado até aqui.
— Não é possível estimar ainda o prejuízo aos cofres públicos. A investigação está só no início, mas dá para ter a ideia de que são muitos milhões de reais de lesão aos cofres públicos.
Mendroni disse que dados foram cruzados entre a documentação apreendida nos meses de outubro e novembro do ano passado com fiscais da Máfia do ISS e os dados oficiais que possui a Prefeitura de São Paulo. A pedido do MP, a CGM (Controladoria-Geral do Município) fez um levantamento interno de todos os documentos e constatou irregularidades. A investigação passa a ser conduzida pelo Gedec, MP e CGM. A Polícia Civil também deve entrar no caso.
As investigações apontaram que o grupo corrupto agiria da seguinte forma: o fiscal ia até o imóvel em construção ou reforma, realizava a análise da área construída real. Contudo, o dado lançado como “oficial” era muito menor, e era sobre este que a prefeitura fazia o cálculo do IPTU. A diferença entre o valor a ser pago e o que era de fato recolhido era a propina repassada aos fiscais.
O promotor explicou ainda que o “benefício” aos donos dos imóveis não se dava nesse primeiro ano de pagamento de propina, mas sim nos seguintes, nos quais não haveria pagamento aos fiscais, mas sim um recolhimento inferior ao real devido aos cofres públicos. O MP ainda não conseguiu identificar se haveria um prazo para que os fiscais fizessem novas cobranças, salvo quando ocorressem novas mudanças e atualizações do imóvel.
— Esse esquema, ao que apuramos até agora, não era feito em percentuais, mas sim da diferença entre o valor de cada propriedade, entre o que era lançado e aquilo que deveria ser lançado na ficha de atualização cadastral dos imóveis na prefeitura. Esse era o valor que o contribuinte, as empresas, essas maioria, pagavam aos fiscais e esse era o primeiro valor pago, e a partir dos anos subsequentes esse valor não era mais pago aos fiscais, mas o contribuinte deixava de recolher esse valor aos cofres públicos.
Além desse formato de cobrança de propina envolvendo o IPTU, há a suspeita de outras duas formas aplicadas pelos fiscais. Todavia, Mendroni disse ainda não ter elementos suficientes para falar a respeito delas, o que deve ocorrer nas próximas semanas. O promotor complementou, afirmando que existe a suspeita de que shoppings, universidades e outros grandes empreendimentos possam estar envolvidos com o esquema.
Medidas adotadas contra Máfia do ISS podem ser tomadas
Marcelo Mendroni explicou ainda que acredita que as mesmas construtoras já envolvidas na Máfia do ISS podem também aparecer nas investigações acerca da fraude do IPTU. Além disso, os fiscais já citados anteriormente como beneficiários de propina com o ISS – Ronilson Bezerra Rodrigues, Eduardo Horle Barcellos, Luis Alexandre Magalhães, Carlos di Lallo Leite do Amaral, Fábio Camargo Remesso, Amilcar Cançado Lemos, entre outros – podem ter envolvimento nessa nova apuração.
— Além dos fiscais, cujos nomes vocês já sabem a partir da investigação a respeito do (desvio de) ISS, há outros, cujos nomes ainda não vou revelar porque estamos apenas iniciando o procedimento (de investigação). Não sei dizer quantos outros, mas diria que de cinco a dez outros fiscais (...). É possível que sim (empresas fraudando ISS e IPTU), porque essa questão da apuração está sendo feita por outro promotor. Nós, evidentemente, estamos conversando sobre isso, mas esse procedimento foi instaurado apenas nessa semana e não vou ter ainda maiores informações.
Sobre a cobrança dos valores devidos e não recolhidos do IPTU, o promotor disse que a medida cabe à prefeitura. No caso do ISS, o governo do prefeito Fernando Haddad identificou e realizou a cobrança do ISS devido por empresas citadas na fraude daquele imposto. Assim, a tendência é de que o governo municipal, tão logo comprovados os detalhes de cada fraude em cada imóvel, faça a cobrança, com juros e correção monetária.
Por ora, Mendroni não espera por uma “colaboração espontânea” das empresas e pessoas físicas citadas pela investigação. Ao contrário da Máfia do ISS, quando algumas construtoras alegaram serem “vítimas” dos fiscais corruptos, no caso do IPTU o promotor vê uma participação conjunta para fraudar o imposto. Assim, prisões nas próximas semanas não estão descartadas.
— Qualquer medida que seja eficiente para comprovar os fatos para nós será considerada. Em tese tudo o que está previsto por lei pode ser utilizado. Só não posso dizer o que, quando e como, já que estragaria a nossa investigação.
Uma reunião na próxima semana entre o Gedec, o MP e a CGM deverá definir os próximos passos da investigação sobre a fraude do IPTU. Mendroni disse ter a data marcada e confirmada para o encontro, mas preferiu não revelar para não atrapalhar os trabalhos.

Cirurgia retira nervos da perna e liga com nervos que foram lesados por conta da retirada da próstata; técnica inovadora foi desenvolvida na Faculdade de Medicina da Unesp

Elioenai Paes

Thinkstock/Getty Images
Técnica desenvolvida por médicos religa os nervos rompidos na prostatectomia, que levava à disfunção erétil

Médicos brasileiros da Faculdade de Medicina da Universidade Estadual de São Paulo (Unesp) em Botucatu desenvolveram uma cirurgia que religa os nervos que foram rompidos durante a retirada da próstata, o que reverte o problema da impotência sexual.
A técnica consiste em retirar um pedaço de cerca de 30 centímetros de um nervo na perna, dividir esse nervo em dois pedaços de 15 centímetros cada e fazer um enxerto no nervo lesado da face lateral do pênis.
“Quando retiramos o nervo da perna do paciente (nervo sural), ele fica com a face lateral do pé como se estivesse permanentemente anestesiada. Mas é algo leve, que a pessoa nem se importa”, explica José Carlos Souza Trindade, urologista e coordenador da pesquisa. 
Depois da cirurgia, que é considerada pouco invasiva, o paciente vai para casa em até 48 horas e o resultado final da cirurgia – o fim da impotência sexual – pode aparecer em até 2 anos. O motivo da demora é porque é necessário que fibras cresçam a partir do nervo enxertado e façam a ligação com o nervo do pênis.
“É possível comparar a cirurgia com um fio elétrico. Abrimos a capa do fio e expomos o cobre. Retiramos esses vários fiozinhos de cobre que estão rompidos e substituímos por outro, mas este outro demora cerca de 8 meses para crescer (fibras) e fazer a ligação com o outro nervo receptor, que seria na vida real o nervo do pênis”, explica Trindade.
A técnica é complexa, mas os resultados são satisfatórios. Dos 10 pacientes que foram submetidos a essa cirurgia, quatro já podem se dizer curados e outros dois ainda não completaram um ano de cirurgia, tempo médio para se obter resultados. Segundo Trindade, o prognóstico deles é bom. Os outro quatro não tiveram bom resultado por conta de outros tratamentos como radioterapia para combater o câncer.
Histórico
O início dos estudos que levaram à essa técnica revolucionária foi um trabalho experimental de estrutura de nervos. “Publicamos em 1994. A técnica chamada término lateral foi desenvolvida por nós para outro uso, como recuperar paralisias musculares da face”, conta o urologista.
O uso da técnica no combate à falta de ereção, apesar de já ter sido apresentada em congressos no Brasil e no exterior e ser amplamente discutida com o nome de “end to side” (tradução para Término Lateral), ainda será publicada em periódicos científicos, quando poderá servir de base para cirurgiões aplicarem a técnica ao redor do mundo.
Participaram do desenvolvimento do estudo também os filhos de Trindade, o urologista José Carlos Souza Trindade Filho e o radiologista André Petean Trindade, além do cirurgião plástico Fausto Viterbo, todos da Unesp de Botucatu, além do anatomista Wagner de Favaro, que atualmente leciona na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).
Marcus Liborio

Guarda Civil Municipal/Divulgação
Um homem foi preso com 13 pedras de crack

Uma operação da Polícia Civil prendeu quatro pessoas e apreendeu arma e drogas em Botucatu (100 quilômetros de Bauru), na manhã desta quinta-feira (30). Foram cumpridos mandados de prisão, busca e apreensão, com auxílio da Polícia Militar (PM) e Guarda Civil Municipal (GCM).

De acordo com informações da GCM, um homem foi detido com 13 pedras crack, em uma residência do Jardim Brasil. Os suspeitos faziam um churrasco no momento da abordagem. Reginaldo Aparecido Gama foi autuado em flagrante por tráfico de drogas.

Já no distrito de Vitoriana, uma pessoa foi presa por porte ilegal de arma de fogo. O acusado, conhecido como Jeferson (somente o primeiro nome foi divulgado), guardava uma espingarda calibre 28 em sua residência.

Mais um homem foi preso por não pagar pensão alimentícia e um jovem de 18 anos foi apreendido porque tinha mandado de internação na Fundação Casa. Ele estaria sendo procurado pela Justiça. 
Guarda Civil Municipal/Divulgação
A operação da Polícia Civil em Botucatu contou com o auxílio da PM e da Guarda Civil Municipal 
Divulgação
Road Ecology Brazil discutiu ações de proteção aos animais em rodovias

Ações de proteção aos animais silvestres nas rodovias, que reduzam o impacto da estrada na fauna, foram destaque no Road Ecology Brazil, um dos três grandes eventos de ecologia de estradas no mundo.

Realizado entre segunda e quarta-feira (27 a 29) na Universidade Federal de Lavras (MG), o encontro reuniu consultores, professores universitários, pesquisadores, membros de organizações não-governamentais, representantes de instituições governamentais e de concessionárias de rodovia.

A Concessionária Auto Raposo Tavares (Cart)  participou do evento com a apresentação das ações de proteção à fauna que coloca em prática nas rodovias que administra e de discussões sobre o tema, para conhecer novos processos e normas da área.

Nas rodovias que administra, de Bauru a Presidente Epitácio, a Cart mantém um programa de captura dos animais silvestres achados feridos na rodovia e encaminhamento para entidades de proteção visando a recuperação e a soltura na natureza.

Paralelamente, a Cart implanta passagens para a fauna dotadas de cerca de condução, placas de sinalização de alerta de amimais e radares de fiscalização da velocidade em locais cujos estudos mostrem serem pontos naturais de travessia de animais silvestres.

Os inspetores, que percorrem as rodovias dia e noite, são treinados e passam por reciclagem para capturar o animal silvestre ferido da forma adequada e transportá-lo a uma entidade de proteção o mais rápido possível.

A Cart, uma empresa Invepar Rodovias, administra o Corredor Raposo Tavares, que é formado pela SP-225 João Baptista Cabral Rennó, SP-327 Orlando Quagliato e SP-270 Raposo Tavares, no total de 834 quilômetros entre Bauru e Presidente Epitácio, sendo 444 no eixo principal e 390 quilômetros de vicinais.
Agência Brasil

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta quinta-feira (30) o reajuste tarifário de distribuidoras de energia localizadas em municípios do interior de São Paulo – Companhia Jaguari de Energia (CJE), Companhia Luz e Força Mococa (CLFM), Companhia Leste Paulista de Energia (CPFL Leste Paulista), Companhia Luz e Força Santa Cruz (CFLSC) e Companhia Sul Paulista de Energia (CPFL Sul Paulista) – e da Paraíba. As novas tarifas entrarão em vigor a partir dos dias 3 e 4 de fevereiro.

Para os consumidores residenciais de baixa tensão no interior paulista, a empresa que apresentará maior índice de reajuste é a CLFSC (30,64%). A CJE terá aumento de 14,21%, enquanto a Sul Paulista aumentará em 0,33% as tarifas. A  CLFM e a Leste Paulista reduzirão suas tarifas em -7,65% e -3,35%, respectivamente.

Esses percentuais de reajuste têm por base a variação do IGP-M, índice que mensura a inflação do período, o aumento do custo dos Encargos de Serviços do Sistema (ESS) e os gastos que as distribuidoras tiveram com compra de energia. De acordo com a Aneel, no caso da CPFL Santa Cruz, o impacto maior do reajuste se deve a aspectos como custos que a distribuidora teve com compra de energia e atraso na aplicação da revisão tarifária da empresa aprovada em 2013, mas com data contratual de 2012.

Para os consumidores cativos, cujo preço final resulta de um mix de contratos de longo prazo, os reajustes variarão entre -16,85% (CLFM Mococa, para consumidores de alta tensão) e 29,86% (CLFSC, para consumidores de baixa tensão).

Também foi aprovado o aumento de 6,7% da tarifa de energia para consumidores residenciais atendidos pela Energisa Borborema Distribuidora de Energia (EBO), que atende a 187 mil unidades consumidoras localizadas em Campina Grande (PB) e outras cinco cidades do interior do estado. Para os consumidores cativos a variação será 6,86%, para os de baixa tensão, e -1,84% para os de alta tensão. As novas tarifas entrarão em vigor a partir do próximo dia 4.

A lista completa com os reajustes aprovados pela Aneel estão disponíveis no site.
Reprodução/Internet
As novas tarifas entrarão em vigor a partir dos dias 3 e 4 de fevereiro e pode ser consultada no site da Aneel
A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana informa, por meio da Resolução nº 2/2014 que será publicada no Semanário Oficial nesta sexta-feira (31), que o reajuste da tarifa do transporte coletivo em Botucatu entrará em vigor a partir do próximo domingo (2).

O valor da passagem passará de R$ 2,65 para R$ 2,80. O reajuste foi definido após estudos técnicos e uma série de discussões entre o Conselho Municipal do Transporte Coletivo (CMTC), representantes das empresas de ônibus e da Prefeitura.

O CMTC é composto por munícipes (usuários, idosos, estudantes e pessoas com deficiência); representantes das empresas de ônibus e funcionários de órgãos públicos. No modelo tarifário adotado para o reajuste, que é pautado na Lei Municipal nº 782 de 2010, os percentuais possuem um peso classificado da seguinte maneira: mão de obra (49,55%); peças e equipamentos (27,05%); e combustível (23,4%).

Os principais fatores que contribuíram para definir o patamar de aumento da tarifa foram: aquisição de quatro novos veículos, sendo um pela empresa Stadtbus e três pela Viação São Dimas; necessidade de criação de linhas em 2014 que atendam novos locais, como o Shopping Botucatu, o futuro Hospital Regional (ao lado do CAIS Cantídio de Moura Campos) e o Residencial Caimã, em Rubião Júnior; aumento do preço de combustível; valorização da mão de obra que tem como consequência um aumento previsto de 10% para o mês de maio sobre os salários dos cobradores e motoristas; além do aumento de 3% dos gastos com peças e equipamentos.

O combustível utilizado anteriormente era o Diesel normal. Porém, devido às causas de impactos ambientais, o mesmo foi alterado para o Diesel S-10, desenvolvido especialmente para atender aos modernos motores a diesel com sistema de tratamento dos gases de escape. Esse produto diminui a emissão de material particulado e reduz a emissão de fumaça branca.

O último reajuste da tarifa de transporte coletivo em Botucatu aconteceu em fevereiro de 2013, depois de um período de 18 meses sem aumento. Na ocasião o valor da passagem passou de R$ 2,35 para R$ 2,65.

jcnet
Bagdá — As forças iraquianas puseram fim nesta quinta-feira a uma tomada de reféns em Bagdá, depois de matar os criminosos, que atacaram um edifício público, em um contexto de violência que já deixou mais de 900 mortos em janeiro.
Destroços causados pela explosão de um carro-bomba, em Bagdá (AFP, AHMAD AL-RUBAYE)

Os reféns foram libertados, afirmou o general Saad Maan, porta-voz do ministério do Interior.
Seis homens armados, portando explosivos presos ao corpo, entraram pela manhã no imóvel. Ao menos duas pessoas, incluindo um policial, morreram no início do ataque. Dois dos criminosos detonaram seus explosivos na porta de entrada do prédio, segundo uma fonte.
Os quatro criminosos restantes fizeram reféns durante várias horas, antes que fossem mortos pelas forças de segurança iraquianas.
As forças de segurança isolaram a zona, na qual se encontram vários edifícios governamentais, incluindo a sede do ministério dos Transportes.
O ataque não foi reivindicado, mas no passado os insurgentes sunitas do Estado Islâmico do Iraque e Levante (EIIL, vinculado à Al-Qaeda) cometeram vários ataques contra edifícios governamentais.
Também nesta quinta-feira ao menos seis pessoas morreram e 20 ficaram feridas em atentados perto de um mercado e de um restaurante em Bagdá, segundo fontes médicas e de segurança.
E na noite de quarta-feira vários carros-bomba explodiram em setores comerciais dos bairros de Talbiyá, Shuala e Jadidá, deixando ao menos nove mortos e dezenas de feridos. Outros ataques atingiram a periferia da capital, assim como as cidades de Mossul e Tuz Murmatu, no norte, deixando no total sete vítimas fatais.
Ao menos 911 pessoas morreram desde o início de janeiro devido à violência no Iraque, o triplo das vítimas fatais registradas em janeiro de 2013, segundo um balanço da AFP.
O Iraque vive vários meses de aumento de violência, o que motivou o temor de um retorno aos níveis dos anos de 2006-2007, quando o conflito sectário entre sunitas e xiitas deixou dezenas de milhares de vítimas fatais.
Desde o início do mês de janeiro as forças governamentais e os jihadistas do EIIL travam intensos combates na província de Al-Anbar.
Segundo a ONU, mais de 140.000 pessoas fugiram dos combates em Al-Anbar, uma província de maioria sunita limítrofe com a Síria onde a guerra contribuiu para o retorno da Al-Qaeda ao Iraque. Trata-se do maior deslocamento de população em cinco anos no país.
Neste duro contexto, o ministério do Interior publicou pela primeira vez uma foto apresentada como a de Abu Bakr al-Baghdadi, chefe do EIIL, e convocou a população a "fornecer toda a informação que conduza à captura deste criminoso".
Na segunda-feira, os Estados Unidos anunciaram que consideravam vender ao Iraque 24 helicópteros de ataque Apache por 4,8 bilhões de dólares, para ajudar o executivo a combater a insurreição, particularmente em Al-Anbar.
Várias autoridades diplomáticas, entre elas o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pediram que as autoridades iraquianas trabalhem em favor de uma reconciliação nacional, já que a minoria sunita se considera discriminada por um governo predominantemente xiita.

(AFP) 

Taxa de desocupação em 2013 ficou 0,1 ponto porcentual abaixo do resultado apresentado em 2012


iG São Paulo
Agência Brasil
Foram 236 mil postos de trabalho a mais com carteira assinada
Em mais um ano de recorde de desemprego, a Pesquisa Mensal do Emprego (PME) do IBGE registrou taxa de desocupação em 5,4% em 2013 – 0,1 ponto porcentual a menos que em 2012, quando o resultado foi recorde.
Em dezembro, a taxa de desocupação ficou em 4,3%, a menor  para o mês desde o início da série histórica de março.
Na média de 2013, 23,1 milhão de brasileiros estavam ocupados, um contingente 0,7% maior que o de 2012 – 24,8% superior ao de 2003.
Regiões sul e sudeste tiveram reduções, Recife e Salvador registraram aumento
O melhor resultado veio das regiões metropolitanas de Porto Alegre e Rio de Janeiro, locais onde o nível de desocupação caiu 0,5 ponto porcentual. Em Belo Horizonte, a população desocupada passou de 4,4% para 4,2%; em São Paulo, 6% para 5,9%.
A região metropolitana de Salvador, por outro lado, registrou aumento de 0,9% na população desocupada, chegando à marca de 8,1%. Em Recife também houve evolução no índice, de 6% para 6,4%.
Rendimento cresce: paulistanos são os que ganham melhor
O rendimento médio real médio cresceu R$ 1,894 mil para R$ 1,929 mil neste ano. O paulistano encerrou o ano ganhando, em média, R$ 2,051mil – a melhor média nacional. A diferença para o segundo colocado, o Rio de Janeiro, é pequena – lá o rendimento de 2013 ficou R$ 2,049 mil.
No entanto, os soteropolitanos não tiveram a mesma sorte. Após nove altas consecutivas, Salvador foi a única região com queda no rendimento médio, que ficou R$ 107 menor, de R$ 1,567 mil para R$ R$ 1,460 mil.
Rio de Janeiro têm a menor disparidade de rendimentos entre gêneros
A pesquisa também aponta que mulheres ganham em média 73,6% do rendimento médio de um homem. O resultado é superior aos 70,5% registrados em 2007, a menor proporção da história. No Rio de Janeiro, a situação é menos desfavorável às mulheres, que ganham 75,7% do rendimento de um homem.
A diferença é mais gritante em Belo Horizonte, onde o salário da mulher é 32 pontos porcentuais inferior. No entanto, a cidade registra o melhor avanço frente a 2012, com um aumento de 2,5 pontos porcentuis nessa relação.
A região de Salvador também trouxe um relevante avanço de 1,9 ponto porcentual. O mesmo não se pode dizer de Recife, a única região onde o rendimento médio feminino em 2013 foi menor que em 2012 – de 74,4% para 73,9%. 
Recorde de número de carteiras assinadas em relação à ocupação total
Taxa número de trabalhadores com carteira assinada cresceu 2%. Trata-se de um recorde na proporção entre empregados formais em relação ao total de ocupados: são 50,3% funcionários com carteira assinada. Em 2003 essa taxa era de 39,7%.
A região metropolitana de Salvador foi a única a apresentar redução nessa proporção, que era de 46,9% em 2012 e passou para 46,6% em 2013.
Rendimento médio de militares e funcionários públicos caiu 4,8%
O levantamento realizado pelo IBGE também apontou uma queda de 4,8% no rendimento médio de militares e funcionários públicos.
Por outro lado, os empregados sem carteira no setor privado tiveram aumento de 8,6% no rendimento médio. O mesmo desempenho não foi acompanhado pelos funcionários com carteira assinada, que tiveram rendimento 2,4% superiror em 2013. As pessoas que trabalham por conta propria tiveram melhora de 7,5% no rendimento. 
Marcus Liborio

Três homens armados com revólver assaltaram a praça de pedágio da rodovia Marechal Rondon (SP-300), na altura do km 228, em Anhembi (143 quilômetros de Bauru), na noite desta terça-feira (28).

Segundo a polícia, o roubo ocorreu por volta das 22h. O trio, que estava encapuzado, chegou em um Gol e rendeu os funcionários de duas cabines. Os ladrões fugiram levando o dinheiro que estava nos caixas, porém, a quantia não foi divulgada. Não houve feridos.

As imagens registradas pelas câmeras de segurança do local devem ser disponibilizadas para auxiliar na investigação da polícia. Até o momento, ninguém foi detido. 
Marcus Liborio com Lilian Grasiela

O jovem que estava desaparecido há 10 dias, Fernando Henrique da Silva, 26 anos, foi encontrado morto no início da tarde desta quarta-feira (29), nas imediações do Jardim Caju, em Lençóis Paulista (43 quilômetros de Bauru). A Polícia Civil confirmou que ele cometeu suicídio, pois foi encontrado enforcado em uma árvore.

Segundo o delegado Luis Cláudio Massa, que está à frente do caso, havia medicamentos próximos ao corpo do rapaz. A perícia técnica está no local.  
Billy Mao
A Polícia Civil encontrou o corpo de Fernando no início da tarde desta quarta-feira
Desaparecimento

Fernando desentendeu-se com familiares, sacou todo o dinheiro de sua conta bancária e deixou a residência onde morava com a irmã e a mãe no último dia 18. De acordo com o delegado Massa, ele era dependente químico, mas conseguiu um bom emprego e parou de usar drogas.

Divulgação
Jovem estava desaparecido há 10 dias
Recentemente, ainda segundo o delegado, a irmã contou que o jovem teve recaída e passou a andar com más companhias. “Durante uma semana, a família continuava tendo notícias dele”, afirma. “Mas a família fala que, de terça-feira da semana passada para frente, não teve mais notícias como tinha antes”.
Anteontem à noite, o carro de Fernando, um Fiat Palio de cor branca, foi localizado abandonado em uma plantação de eucaliptos na região do Jardim Caju, próximo ao córrego Cachoeirinha, num local ermo e de difícil acesso.

Dentro do veículo, que estava sem rádio e estepe, a polícia encontrou diversas peças de roupa dele.
“Ao lado do carro, foi encontrado uma peça de roupa dele também e gel que, segundo a irmã, pertence a ele”, conta Massa.

De acordo com o delegado, testemunhas relataram que, quando Fernando ingeria bebida alcoólica, demonstrava a intenção de colocar um fim em sua vida.
Dois dias antes do Natal, ele teria procurado um amigo e perguntado se ele tinha uma arma para que cometesse suicídio no dia 25, o que acabou não ocorrendo.

Ele citou uso recreativo em outros países devido ao 'baixo poder viciante'.
MP entrou com recurso; juiz e promotor não quiseram comentar o caso.

Raquel MoraisDo G1 DF
Soa incoerente o fato de outras substâncias entorpecentes, como o álcool e o tabaco, serem não só permitidas e vendidas, [...] o que demonstra também que a proibição de outras substâncias entorpecentes recreativas, como o THC, são fruto de uma cultura atrasada e de política equivocada e violam o princípio da igualdade, restringindo o direito de uma grande parte da população de utilizar outras substâncias."
Frederico Ernesto Cardoso Maciel, juiz do Tribunal de Justiça do Distrito Federal
O Ministério Público do Distrito Federalquestionou a decisão de um juiz de Brasília que absolveu um homem que tentou entrar com 52 porções de maconha no Complexo Penitenciário da Papuda. Em sua decisão, o juiz Frederico Maciel disse que é incoerente que o álcool e o tabaco sejam permitidos e vendidos, e substâncias como a maconha, não.
Na sentença, ele afirmou que a proibição da droga é “fruto de uma cultura atrasada e de política equivocada”. De acordo com o TJ, ainda não há previsão para análise do recurso em segunda instância. Procurados pelo G1, nem o juiz nem o promotor responsável pelo recurso quiseram comentar o assunto.
O caso ocorreu no dia 30 de maio do ano passado, mas só se tornou o conhecido agora. O acusado transportava 46 gramas da droga no estômago e disse, em depoimento, que pretendia entregá-la a um amigo que estava preso. Ao ser abordado pelos agentes de segurança, que desconfiaram dele e ameaçaram levá-lo ao Instituto Médico Legal para exame, o rapaz vomitou e expeliu as porções de maconha. O julgamento aconteceu no dia 9 de outubro.
Na sentença, Maciel diz enxergar que a conduta do acusado se enquadra na lei de tráfico, que prevê entre 5 e 15 anos de prisão para quem fornece drogas a outra pessoa, mas questiona a sua aplicação. “No meu entender, há inconstitucionalidade e ilegalidade nos atos administrativos que tratam da matéria”, diz.
Trecho da sentença do juiz Frederico Maciel que absolve acusado de entrar com 52 porções de maconha no Complexo Penitenciário da Papuda, no DF (Foto: Reprodução)Trecho da sentença do juiz Frederico Maciel que absolve acusado de entrar com 52 porções de maconha no Complexo Penitenciário da Papuda, no DF (Foto: Reprodução)
Ele afirma que uma portaria do Ministério da Saúde que complementa a lei "não justifica os motivos pelos quais incluem a restrição de uso e comércio de várias substâncias, em especial algumas contidas na lista F, como o THC [princípio ativo da maconha], o que, de plano, demonstra a ilegalidade do ato".
Ainda na decisão, ele afirma que os estados americanos da Califórnia, Washington e Colorado e outros países permitem o uso recreativo e medicinal da droga. "O THC [princípio ativo da maconha] é reconhecido por vários outros países como substância entorpecente de caráter recreativo e medicinal, diante de seu baixo poder nocivo e viciante. Sem mencionar que em outros países o seu uso é reconhecido como parte da cultura", explicou o juiz."Portanto, no meu entender, a portaria (...), ao restringir a proibição do THC não só é ilegal, por carecer de motivação expressa, como também é inconstitucional, por violar o princípio da igualdade, da liberdade e da dignidade humana", diz o juiz na sentença.
Curiosamente, a defesa do réu admitiu durante o julgamento que ele estava com a droga e que pretendia dá-la ao amigo preso. O advogado pediu a aplicação da pena mínima de prisão e em regime aberto.

Motorista teria tentando ultrapassagem. Mãe e filha estão entre as vítimas.
Acidente na Rodovia Geraldo Pereira de Barros deixou outros 4 feridos.


Do G1 Bauru e Marília

Veículo ficou completamente destruído (Foto: Antonio Brito / Rádio Integração FM)Veículo ficou completamente destruído (Foto: Antonio Brito / Rádio Integração FM
)

Quatro pessoas morreram e outras quatro ficaram feridas em um acidente no começo da noite de sábado (25), na Rodovia Geraldo Pereiras de Barros, em Botucatu (SP). Segundo informações da polícia, os motoristas dos dois carros trafegavam em sentidos opostos.
O motorista de um dos carros teria tentado fazer uma ultrapassagem quando atingiu o outro veículo e caiu em uma ribanceira de cerca de 15 metros. Os quatro passageiros, três mulheres e um homem, morreram no local. Entre as vítimas estão mãe e filha.
Já a motorista foi socorrida com ferimentos graves. Todos os mortos eram de São Manuel. Os corpos foram levados ao Instituto Médico Legal (IML) de Botucatu.
Já o condutor e as duas passageiras que estavam no outro carro, com placas de Piracicaba, sofreram ferimentos leves. Eles foram levados ao Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas da Unesp de Botucatu.
A Perícia Técnica esteve no local e deverá emitir laudo sobre as causas do acidente.
Acidente ocorreu no começo da noite de sábado  (Foto: Antonio Brito / Rádio Integração FM)Acidente ocorreu no começo da noite de sábado (Foto: Antonio Brito / Rádio Integração FM)
Quatro pessoas que estavam no carro morreram (Foto: Antonio Brito / Rádio Integração FM)Quatro pessoas que estavam no carro morreram (Foto: Antonio Brito / Rádio Integração FM)
Ocupantes do outro carro envolvido tiveram ferimentos leves (Foto: Antonio Brito / Rádio Integração FM)Ocupantes do outro carro envolvido tiveram ferimentos leves (Foto: Antonio Brito / Rádio Integração FM)

Mulher é suspeita de colocar animal no buraco em Botucatu.
Profissionais do Canil Municipal ainda tentaram salvá-lo.

Do G1 Bauru e Marília
Cão foi encontrado dentro de um buraco em Botucatu (Foto: GCM de Botucatu/Divulgação)Cadela foi encontrada em buraco de quintal de casa em Botucatu (Foto: GCM de Botucatu/Divulgação)
Uma cadela foi encontrada dentro de um buraco após ser enterrada viva, no Jardim Eldorado, emBotucatu (SP), no último domingo (26). De acordo com informações da Guarda Civil Municipal (GCM), vizinhos entraram em contato depois de observarem uma mulher cavando um buraco no quintal.
Em seguida, os vizinhos informaram que a cadela vira-lata, com pouco mais oito quilos, estava dentro do buraco viva e bastante debilitada. Ainda segundo a GCM, o animal pertencia a uma mulher de 27 anos, que teria cavado o buraco.
Uma equipe do Centro de Zoonoses foi acionada e resgatou o animal. Encaminhado para o Canil Municipal, os profissionais do local tentaram reanimá-la. No entanto, a cadela não resisitiu e morreu. O corpo do animal foi levado para Bauru para ser incinerado.
Para a polícia, a mulher negou que havia enterrado a cadela viva. Ela disse que colocou o animal no buraco após acreditar que ele estava morto. Segundo ainda a mulher durante depoimento, a cadela estava doente. Um boletim de ocorrência de maus-tratos a animais foi registrado na polícia, que deverá apurar o caso nos próximos dias.

Bombeiros levaram motorista e a filha dela até o Pronto-Socorro da Unesp.
Elas tiveram ferimentos leves e foram liberadas depois de atendimento.

Do G1 Bauru e Marília

Veículo capotou no viaduto Bento Natel (Foto: Guarda Civil Municipal de Botucatu)Veículo capotou no viaduto Bento Natel (Foto: Guarda Civil Municipal de Botucatu)
Um carro capotou nesta quarta-feira (29), no viaduto do elevado Bento Natel, na região da Vila Aparecida, em Botucatu (SP). De acordo com a polícia, a motorista do veículo teria perdido o controle de direção no local. Os bombeiros socorreram a mulher e a filha dela, que estava no banco de passageiro.
As duas foram levadas ao Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas da Unesp. Elas tiveram ferimentos leves e, depois de passar por atendimento, foram liberadas.
A Perícia Técnica esteve no local e deverá emitir laudo sobre as causas do acidente em até 30 dias. O trânsito no viaduto foi controlado pela Guarda Civil e pela Polícia Militar até a retirada do carro.
  •  
Perícia Técnica esteve no local do acidente nesta quarta-feira (Foto: Guarda Civil Municipal de Botucatu)Perícia Técnica esteve no local do acidente nesta quarta-feira (Foto: Guarda Civil Municipal de Botucatu
)
Ana Borges

Após investigação, um homem de 28 anos foi surpreendido praticando tráfico de drogas na residência onde mora, no bairro Cohab II, nesta terça-feira (28), pela Polícia Civil, em São Manuel (75 quilômetros de Bauru).

Na casa, os policiais encontraram 30 porções já embaladas de cocaína e prontas para a venda e mais uma grande porção a granel, aproximadamente 60 gramas, duas balanças de precisão, 100 embalagens plásticas, 15 munições calibre 32 e mais 15 usadas para calibre 22.

Nenhuma arma foi localizada. Quando o acusado Anderson Eduardo de Lima Coutinho foi questionado,  ele disse que o revólver teria sido apreendido na semana anterior com um parente, que seria tio dele.
Segundo a Polícia Civil, ele ainda teria confessado que vende os entorpecentes na região. Coutinho foi preso em flagrante por tráfico de drogas.
Polícia Civil/Divulgação
Foram apreendidos entorpecentes prontos para a venda, além de outros que seriam embalados, e munição

Ultimas Notícias

Loading...